Ex-piloto de F1 fatura R$ 43 milhões com a venda de 2 carros clássicos da F1

Dois modelos clássicos de carros da F1 foram vendidos pelo ex-piloto e campeão mundial mundial da F1 em 1992, Nigel Mansell. Um dos modelos é a Williams FW14, famosa por carona a Senna na temporada de 1992.

Williams FW14 pilotada por Mansell em 1991

Mansell acaba de ficar R$ 43 milhões mais rico com a venda de dois carros icônicos que faziam parte da sua coleção particular e também guiados pelo ex-campeão mundial de F1.

O primeiro carro vendido foi o FW14, usado por Mansell na temporada de 1991 no qual ficou famoso pela clássica cena em que Ayrton Senna é levado de carona após o brasileiro ficar sem gasolina no GP da Inglaterra daquele ano.

A máquina, que ajudou o “Leão” a conquistar cinco vitórias e o vice-campeonato da temporada foi comprada por nada menos que R$ 21 milhões (3,45 milhões de libras). 

O outro carro que ajudou Nigel a faturar R$ 43 milhões foi o Ferrari 640, pilotado por Mansell no ano de 1989, e comprado pela bagatela de R$ 22 milhões (3,6 milhões de libras). Com esse carro, o piloto teve boas lembranças, ele venceu a corrida de abertura da temporada, no Brasil e também o GP da Hungria daquele ano. O Ferrari 640, foi vendido com motor e tudo diferentemente da Willians.

Ferrari 640 guiada por Nigel Mansell no GP da Bélgica em 1989

Já pensou em poder chamar de seu e ter essas duas belezas em sua garagem? Diz pra gente qual das duas máquinas você mais curte

Mútuo

Somos uma associação que oferece assistência, amparo e proteção veicular em todo o território nacional, sem fins econômicos. Graças ao associativismo podemos garantir tranquilidade aos nossos associados por meio de benefícios diferenciados, como proteção contra colisão, roubo, furto, incêndio e muito mais. Estamos no mercado a mais de 6 anos e sempre prezamos pelo melhor atendimento possível com agilidade e eficiência para oferecer o melhor às pessoas que depositam sua confiança em nós. Aqui o associado encontra uma central de soluções para seus problemas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *